Para professores, questões da Unesp foram de nível intermediário, com exceção de filosofia

Cursinhos destacaram o nível 'ótimo' e 'complexo' dos quatro testes de filosofia; segunda fase termina nesta 2ª

Estadão.edu

19 Dezembro 2010 | 21h57

Termina nesta segunda-feira, 20, a 2ª fase do vestibular da Universidade Estadual Paulista (Unesp), que seleciona 6.484 alunos para 155 cursos. Das 14h às 18h30, os candidatos deverão responder a 12 questões discursivas de linguagens e códigos e escrever uma redação no gênero dissertativo.

 

Neste domingo, foram aplicadas as provas de ciências humanas e de ciências da natureza e matemática, cada uma com 12 questões. A abstenção foi de 6,9% – dos 31.599 convocados, 2.193 não compareceram.

 

Cursinhos avaliaram os testes do primeiro dia como de nível intermediário, com exceção das quatro questões de filosofia. “Estavam bem elaboradas, mas com dificuldade acima do esperado, por ser uma matéria incipiente nas escolas”, disse o coordenador do Anglo, Nicolau Marmo.

 

Para o professor do Etapa Cláudio São Martinho, a prova exigiu do aluno diversas habilidades diferentes e o domínio de conceitos fundamentais além do conteúdo das matérias.

 

Na opinião do professor de biologia do Cursinho da Poli Eduardo Leão, o número reduzido de questões impediu a Unesp de explorar a interdisciplinaridade na prova de ciências da natureza. "Os assuntos foram abordados de maneira tradicional."

 

Segundo professores do Objetivo, a segunda fase vai conseguir selecionar os alunos mais bem preparados. "O bom aluno gabaritou", disse Ricardo Helou Doca, seguido por Vera Lúcia da Costa Antunes: "Estão escolhendo os candidatos dinâmicos, que sabem pensar e fazer correlações".

 

Veja também:

 

- Professores comentam provas do 1º dia da segunda fase da Unesp

- 'Unesp foi mega fácil', diz coordenadora de cursinho

- Abstenção no 1º dia de provas da Unesp é de 6,9%

- Confira as provas de ciências humanas e de ciências da natureza e matemática

 

Segundo dia de provas

Os convocados deverão chegar ao local de prova com uma hora de antecedência, portando cédula de identidade original, lápis preto número dois, apontador, borracha, caneta esferográfica com tinta azul ou preta e régua transparente. Durante as provas, não será permitida a utilização de equipamentos eletrônicos, bem como protetor auricular, boné, gorro, chapéu e óculos de sol.

 

As provas serão aplicadas em 30 cidades paulistas, além das capitais Belo Horizonte, Brasília, Campo Grande e Curitiba.

 

A universidade tem 6.484 vagas em 155 opções de cursos distribuídos em 28 unidades localizadas em 19 cidades: Araçatuba, Araraquara, Assis, Bauru, Botucatu, Franca, Guaratinguetá, Ilha Solteira, Itapeva, Jaboticabal, Marília, Presidente Prudente, Rio Claro, Rosana, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo, São Vicente e Tupã.

 

Além das 19 cidades com oferta de cursos, as provas também serão aplicadas em Americana, Campinas, Dracena, Guarulhos, Jundiaí, Ourinhos, Piracicaba, Registro, Ribeirão Preto, Santo André e Sorocaba.

 

Os cursos mais concorridos são Medicina (128,9 candidatos/vaga), em Botucatu; Direito (50,2 candidatos/vaga), em Franca; e Arquitetura e Urbanismo (40 candidatos/vaga), em Bauru.

 

O resultado final do processo seletivo, com os nomes dos aprovados e a lista de espera, será divulgado no dia 3 de fevereiro de 2011.

Mais conteúdo sobre:
Unesp Vestibular

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.