Para aprender a língua, lâminas em vez de livros

Trocar em miúdos os desafios da Língua Portuguesa. É essa a intenção dos primeiros seis volumes do jornalista Eduardo Martins, do jornal O Estado de S.Paulo, na série Resumão. À venda em livrarias, papelarias e bancas de jornal, as seis lâminas plastificadas trazem dicas e explicações a respeito dos seguintes temas: os 150 erros mais freqüentes, ortografia, concordância, crase e acentos, regência e verbos.Autor do Manual de Redação do Estado, Martins tem vasta experiência no assunto. Ao longo dos últimos 30 anos, tem trabalhado como jornalista e também em palestras, cursos e programas de rádio, como De Palavra em Palavra, no ar até o ano passado e premiado pela Associação Paulista de Críticos de Artes (APCA).AcessívelFoi a experiência acumulada durante esse tempo que permitiu a ele preparar um material que tivesse como objetivo esmiuçar algumas das principais características da Língua Portuguesa, mas sempre de modo bastante acessível e direcionado a todos os públicos."Com o tempo, nos cursos, nas palestras e conferências que ministro, acabo percebendo quais as principais dificuldades das pessoas e o que é possível fazer para solucionar esses problemas, tentando mostrar o conceito da Língua Portuguesa", diz Martins, que aponta o uso da crase, assim como a concordância, como os pontos de maior dificuldade.As lâminas criadas por Martins informam o leitor de modo prático, claro e efetivo. Seja na lista dos 150 erros mais comuns que devem ser evitados no uso diário da língua, seja na apresentação das noções essenciais para o uso dos verbos, quadros explicativos contextualizam as informações dadas.Assim, se o termo "particípio" é necessário para se explicar regras de concordância, um quadro trará sua definição. "Essas tabelas surgiram para auxiliar a compreensão e dar sentido às regras apresentadas."Muitos exemplosDa mesma forma, uma série de exemplos ajudam no entendimento. "São todos retirados da vida real, do dia-a-dia das pessoas, de jornais, das revistas, das rádios, o que passa a idéia de que ela está vivendo um problema que faz parte de seu mundo", lembra Martins, que ressalta também o enorme cuidado gráfico da editora como um elemento importante na tarefa de criar este guia prático da Língua Portuguesa.Lançadas há cerca de duas semanas, as lâminas já se tornaram best sellers da editora. Flávio Barros Pinto, da editora Barros, Fischer & Associados, é o responsável, ao lado de seus sócios, pela introdução do formato dos resumões no Brasil."A editora americana, dona desse formato, mostrou interesse no mercado brasileiro e após um tempo em que tentamos achar alguém que comprasse o projeto, resolvemos que nós mesmos poderíamos levá-lo adiante", diz Barros Pinto. "O que nos interessa é o princípio fundamental da coleção, presente nos volumes de Língua Portuguesa: guias fáceis de serem consultados, trazendo de modo acessível informações fundamentais de diversas áreas", afirma.

Agencia Estado,

05 de agosto de 2003 | 07h48

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.