Para Apeoesp, financiamento de laptops é restritivo

Sindicato acredita que não participação dos docentes temporários e o próprio salário são fatores de limitação

Giovanna Montemurro, do estadao.com.br,

28 de outubro de 2008 | 19h20

Cerca de 70 mil professores já fizeram a inscrição preliminar para o programa da Secretaria de Estado da Educação que promove financiamento para docentes que queiram comprar laptops em até 24 vezes sem juros. Para a presidente do Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp), Maria Isabel Noronha, o financiamento do governo é restritivo.   Veja também:  SP inicia inscrição para professor comprar laptop  Professores de 64 cidades terão prioridade para comprar laptop   Isso porque só podem participar os professores efetivos e não os contratados temporariamente. "Além dessa questão, tem a falta de dinheiro mesmo. Mais professores não participam do programa por uma questão de sobrevivência, eles ganham R$ 700 por mês", afirmou.   A secretaria explica que o projeto está em sua primeira fase e que há planos de expansão do financiamento para os docentes temporários no futuro.   Segundo a Apeoesp, a rede pública emprega 100 mil professores efetivos e outros 100 mil contratados em caráter temporário. Já segundo a Secretaria, o número de efetivos é de 130 mil.   A secretaria também esclarece que os que decidirem adquirir os notebooks pelo financiamento facilitado do governo não terão como saber o preço nem a marca do produto de antemão. "Depois que todos os professores que quiserem participar estiverem cadastrados, será realizado um pregão para escolher a empresa que oferecer os melhores preços", explicou por meio de sua assessoria de imprensa.   Quanto aos preços, a secretaria informa que o preço médio estimado de R$ 1.900, mas que com a compra de uma grande quantidade de laptops, a expectativa, ainda sem confirmação, é de que o preço baixe para até aproximadamente R$ 1.542.   Apesar da taxa de inscrições ainda estar em pouco mais da metade do total esperado, a secretaria está otimista. "Foram 70 mil inscrições só na primeira semana, e ainda teremos mais uma semana de prazo para os professores que quiserem participar", afirma. "Além do mais, o programa é só uma possibilidade, 70 mil já é um número muito grande."   A configuração da máquina que poderá ser adquirida pelo programa é fixa e a garantia, de no mínimo 12 meses, é fornecida pela empresa. Os laptops têm processador de núcleo duplo de 1.46 Ghz, memória RAM de 2GB, HD de 160GB, rede sem-fio, gravador de DVD e tela de 15,4" wide screen. Os computadores também incluem Windows Vista Home Basic e Office.   A pesquisa de preço realizada pelo estadao.com.br indica que o valor de mercado de computadores com configurações semelhantes (incluindo os softwares) fica entre R$ 2 mil e R$ 2.200.   (Com Marilu Araujo, do estadao.com.br)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.