Países de língua inglesa concentram universidades ´top´

As melhores universidades do mundo, segundo o ranking do jornal britânico The Times, estão em países de língua inglesa. Das dez instituições mais bem cotadas, somente uma não é dos Estados Unidos ou Grã-Bretanha.As top-10 do The Times são Harvard, Berkeley, Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), Instituto de Tecnologia da Califórnia, Oxford, Cambridge, Stanford, Yale, Princeton e Instituto Federal de Tecnologia de Zurique.O ranking abrange as 200 melhores universidades do mundo, eleitas numa pesquisa junto a 1.300 acadêmicos de 88 países. Também são levados em conta fatores como a quantidade artigos acadêmicos publicados, os atrativos para professores de prestígio internacional etc.Segundo o editor de Educação do The Times, John O´Leary, "as universidades líderes se definem cada vez mais em termos de competência internacional".As 200 melhores universidades estão em 29 países, mas a maioria é americana: 62 estão nos Estados Unidos. A Grã-Bretanha tem 30, a Alemanha, 17, e a Austrália, 14.A Universidade de Tóquio é a 12.ª melhor no mundo e a melhor da Ásia. A Universidade de Pequim ficou em 17.º lugar no mundo e 2.º na Ásia.França tem apenas duas entre as 50 melhores: a Escola Politécnica (27.º) e a Escola Normal Superior (30.º). A Universidade de Heidelberg, da Alemanha, ficou em 47.º.A London School of Economics ficou em 11.º, o Imperial College, em 14.º, a University College London, em 34.º e a School ofOriental and African Studies, em 44.º.Não há instituições latino-americanas no ranking das 200 melhores do The Times.

Agencia Estado,

13 de novembro de 2004 | 19h58

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.