Pais passam a noite na fila para matricular filhos

Mais de 300 pais de alunos fizeram fila na madrugada desta segunda-feira diante da Escola Estadual Cidade de Hiroshima, zona leste de São Paulo, na tentativa de conseguir uma vaga para seus filhos. A escola oferece ensino médio e tinha 128 vagas disponíveis.Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria de Estado da Educação, os pais já haviam garantido vaga em outras escolas, mas tentavam umatransferência.Localizada no Jardim Nossa Senhora do Carmo, em Itaquera, a Cidade de Hiroshima tem a reputação de ser uma das melhores da região. De acordo com a secretaria, logo pela manhã a diretora da escola distribuiu senhas aos pais. A fila teria se formado na noite de domingo.A escola, informou a secretaria, aceitou as matrículas de todos os 309 interessados em transferências que haviam recebido senhas (181 acima do número de vagas oferecido).Novas salas de aulas serão abertas para atender a essa demanda, segundo a secretaria. A escola informou não ter vagas para mais transferências e todos os pais interessados em matrículas serão agora encaminhados a colégios próximos. A escola ganhou o nome nos anos 70 por causa da forte presença da comunidade japonesa.Os alunos que já eram da rede estadual puderam fazer sua rematrícula nas escolas do Estado em dezembro. Em setembro, a secretaria abriu a fase de matrículas para os que estavam fora da rede. Em janeiro, as escolas estão abertas para os pedidos de transferências.

Agencia Estado,

20 de janeiro de 2003 | 22h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.