Os livros que marcaram Marcelo Tas

Apresentador fala sobre suas obras de cabeceira

Estadão.edu

24 de maio de 2010 | 23h41

O apresentador do CQC Marcelo Tas contou à seção Minha biblioteca, do Estadão.edu, os livros que mais marcaram sua formação. De Jorge Amado a Voltaire, Tas dá uma rápida mostra das obras que frequentam sua cabeceira.

 

 

Capitães de Areia - Jorge Amado

“Este é um clássico da primeira fase de Jorge Amado. Publicado em 1937, é um livro de uma fluidez e contemporaneidade assustadoras."

 

 

I ching - o livros das citações

"Esta versão do oráculo chinês traz prefácio precioso do célebre psicanalista suíço Carl Gustav Jung. É um livro que pode virar companhia para o resto da vida. Abra aleatoriamente numa página e comprove a durabilidade desta sabedoria milenar."

 

 

A trilogia de Nova Iorque - Paul Auster

"Este livro inaugural de Paul Auster é um labirinto irresistível de personagens. São três histórias, cada uma mais absurda e paradoxalmente mais próxima da  realidade que a outra. Viagem garantida."

 

 

Cândido - Voltaire

"Sou leitor voraz deste filósofo iluminista. ‘Cândido’ é a aventura pela realidade de um otimista incorrigível, com direito a uma passadinha pelo Brasil. Tudo isso no século 18."

 

Tudo o que sabemos sobre:
Marcelo TaslivrosBiblioteca

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.