‘Os cursos a distância vão se impor agora’

'O impacto agora são as consequências da internet, que vai mudar o perfil das escolas', diz Hélio Guerra Vieira

Bárbara Ferreira Santos, O Estado de S. Paulo

24 Janeiro 2014 | 03h00

Hélio Guerra Vieira foi um dos pesquisadores que lideraram a construção do primeiro computador brasileiro, o Patinho Feio, em 1972. Foi reitor, presidiu a Fapesp e o Instituto de Engenharia de São Paulo.

 

Como foi fazer o ‘Patinho Feio’?

Naquela época só se tinha acesso ao software e passou a se ter acesso a hardware também. Começamos a trazer especialistas do exterior. A gente sugeriu, e eles toparam, fazer um computador pequeno.

 

Na reitoria, o senhor se deparou com a Assessoria Especial de Segurança e Informação, órgão da ditadura.

Tinha uma sala onde havia um general chamado Franco. Ele dava parecer sobre os processos de contratação da USP. Disse ao comandante do 2.º Exército que o serviço não nos interessava mais. Deixaram a sala com os arquivos. Eram 12 processos aprovados internamente (e parados). Mandei contratar todo mundo.

 

E sobre o futuro, é possível aumentar a produção científica?

O crescimento da produção científica está acontecendo. O impacto agora são as consequências da internet, que vai mudar o perfil das escolas. Os cursos a distância vão impor.

 

Leia entrevista na íntegra aqui.

Mais conteúdo sobre:
USP universidade São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.