Olimpíada do conhecimento começa em Olinda

A Olimpíada do Conhecimento, maior competição de educação profissional da América Latina, foi aberta oficialmente nesta quarta-feira, no Centro de Convenções, em Olinda, com apresentação de danças características da cultura pernambucana, como o coco, o maracatu, o frevo, o xaxado e a ciranda.Promovida pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), a olimpíada reúne mais de 500 competidores, estudantes da instituição em todo o país. A partir desta quinta, eles participam de provas para avaliação da capacidade técnica e de habilidades pessoais, em 48 modalidades, como mecânica de refrigeração, panificação, cozinha e robótica. Uma novidade que será apresentada na área de cozinha é o brigadeiro feito com macaxeira.Os vencedores da competição vão receber medalhas de ouro, prata e bronze. Segundo a Agência Brasil, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ex-aluno do Senai, deverá visitar o local da competição sexta-feira (10) de manhã. Os organizadores da Olimpíada do Conhecimento esperam a visita de 100 mil pessoas.Estudantes convidados de países como Japão, Suíça, México, Guatemala, Austrália, França, Holanda e Alemanha participam, na Olimpíada do Conhecimento, do Torneio de Mecatrônica das Américas.

Agencia Estado,

08 de março de 2006 | 19h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.