OAB-SP abre seu exame para treineiros

Estudantes de Direito de São Paulo que ainda não concluíram o curso poderão prestar a primeira fase do Exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) como treineiros. A medida, inédita, foi aprovada pelo Conselho Seccional da OAB-SP e já valerá para a próxima prova, marcada para dezembro.O treineiro fará o mesmo teste dos candidatos que já estão formados, mas ficará em uma sala especial e os resultados não terão caráter oficial nem ajudarão nas tentativas futuras."Diante do medo e do nervosismo dos candidatos com o exame, tivemos a idéia de criar a figura do treineiro, a exemplo da Fuvest, que já faz isso há anos.O único benefício para o aluno será um contato inicial com as questões, o clima e a dinâmica do exame, inclusive para quebrar a imagem de que a prova é um bicho-de-sete-cabeças", diz o presidente da OAB-SP, Luiz Flávio Borges D?Urso.A primeira fase do exame é composta por 100 questões de múltipla escolha sobre as principais áreas do Direito. Para ser aprovado e poder exercer a profissão, o candidato precisa acertar ao menos 46 delas.No entanto, segundo dados da própria OAB-SP, elaborados a partir de exames de 2002 e 2003, nem 20% dos bacharéis de grande parte das instituições paulistas conseguem a nota mínima para a aprovação - e apenas quatro universidades do Estado de São Paulo conseguem aprovar mais da metade de seus alunos.Na expectativa de D?Urso, os treineiros devem representar um acréscimo de 15% nos cerca de 50 mil estudantes que prestam o exame da Seccional Paulista em suas três edições anuais.

Agencia Estado,

09 de novembro de 2004 | 12h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.