OAB divulga nova lista com alunos aprovados no Exame da Ordem

Também podem ser feitas consultas por escolaridade ou por número de tentativas de candidato

Estadão.edu

03 Outubro 2011 | 13h11

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) divulgou na noite de sexta-feira, 30 de setembro, uma nova lista com o desempenho das faculdades de Direito na última edição do Exame da Ordem, realizada no meio do ano. A classificação agora inclui dados sobre a participação de estudantes e também das instituições que tiveram menos de 10 inscritos na prova - obrigatória para bacharéis em Direito que desejam exercer a advocacia.

 

No site da OAB (http://www.oab.org.br/) é possível consultar as informações de desempenho por instituição, por nível de escolaridade dos candidatos e pelo número de vezes que os inscritos prestaram o exame.

 

Antes, a OAB havia divulgado somente as informações sobre a aprovação de bacharéis e de escolas com pelo menos 10 inscritos no exame. Disse que publicou os dados dessa maneira por solicitação das próprias faculdades. Duas escolas entraram em contato com a reportagem do Estadão.edu para comprovar a aprovação de alunos na prova - elas não tiveram nenhum bacharel aceito pela Ordem.

 

Os novos dados não são muito diferentes dos antigos. A Universidade Federal de Sergipe (UFS) mantém o topo do ranking de aprovação. Quando são considerados os alunos somados aos bacharéis, o porcentual de aprovação no exame sobe de 69,44% para 70,68%.

 

Na Universidade de São Paulo (USP), que obteve o melhor índice de aprovação entre as instituições de ensino paulistas, 70,35% dos alunos e bacharéis que fizeram a prova conseguiram o registro profissional.

 

A OAB, no entanto, afirma que "para fins estatísticos e de avaliação" só deve ser considerado o desempenho dos bacharéis que prestam o exame.

 

Os resultados são preliminares, mas não devem sofrer grandes alterações. Cerca de 2 mil candidatos apresentaram recurso. Os dados finais serão divulgados nesta terça-feira, 4.

Mais conteúdo sobre:
OAB Exame da Ordem Exame de Ordem

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.