OAB divulga nova lista com alunos aprovados no Exame da Ordem

Também podem ser feitas consultas por escolaridade ou por número de tentativas de candidato

Estadão.edu

03 de outubro de 2011 | 13h11

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) divulgou na noite de sexta-feira, 30 de setembro, uma nova lista com o desempenho das faculdades de Direito na última edição do Exame da Ordem, realizada no meio do ano. A classificação agora inclui dados sobre a participação de estudantes e também das instituições que tiveram menos de 10 inscritos na prova - obrigatória para bacharéis em Direito que desejam exercer a advocacia.

 

No site da OAB (http://www.oab.org.br/) é possível consultar as informações de desempenho por instituição, por nível de escolaridade dos candidatos e pelo número de vezes que os inscritos prestaram o exame.

 

Antes, a OAB havia divulgado somente as informações sobre a aprovação de bacharéis e de escolas com pelo menos 10 inscritos no exame. Disse que publicou os dados dessa maneira por solicitação das próprias faculdades. Duas escolas entraram em contato com a reportagem do Estadão.edu para comprovar a aprovação de alunos na prova - elas não tiveram nenhum bacharel aceito pela Ordem.

 

Os novos dados não são muito diferentes dos antigos. A Universidade Federal de Sergipe (UFS) mantém o topo do ranking de aprovação. Quando são considerados os alunos somados aos bacharéis, o porcentual de aprovação no exame sobe de 69,44% para 70,68%.

 

Na Universidade de São Paulo (USP), que obteve o melhor índice de aprovação entre as instituições de ensino paulistas, 70,35% dos alunos e bacharéis que fizeram a prova conseguiram o registro profissional.

 

A OAB, no entanto, afirma que "para fins estatísticos e de avaliação" só deve ser considerado o desempenho dos bacharéis que prestam o exame.

 

Os resultados são preliminares, mas não devem sofrer grandes alterações. Cerca de 2 mil candidatos apresentaram recurso. Os dados finais serão divulgados nesta terça-feira, 4.

Mais conteúdo sobre:
OABExame da OrdemExame de Ordem

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.