O que os dados do Enem podem revelar

Veja curiosidades e recortes feitos a partir de microdados pela empresa Meritt

Alexandre Oliveira, consultor da Meritt,

24 Setembro 2012 | 23h12

A produção de informações detalhadas sobre o perfil e o desempenho dos participantes do Enem só é possível devido a existência de dados detalhados que são disponibilizados pelo Inep, órgão do MEC responsável pela avaliação.

Esses dados permitem ir além das médias, trazendo informações relevantes para a sociedade, pais, professores e gestores, para o planejamento de ações voltadas a melhoria no aprendizado dos alunos.

Essas informações podem ser classificadas segundo três dimensões: desempenho (na avaliação), perfil (do participante) e cruzamentos (desempenho por perfil).

O primeiro conjunto diz respeito ao desempenho dos participantes na prova: médias, proporção de alunos por faixas de rendimento, acertos por questão, desempenho em cada uma das competências de redação e até a porcentagem de marcação para cada opção de resposta.

Já o perfil do participante é um conjunto de informações detalhadas sobre o estudante, obtidos a partir do questionário socioenconômico respondido no ato da inscrição. Esses dados permitem saber sobre: escolaridade dos pais, renda familiar, trajetória escolar, escola onde estudou, serviços que ele dispõem, motivação para o Enem, etc. Na matéria do Estadão.Edu é possível ver que entre os participantes fizerem o Enem em 2010 % estão altamente motivados em saber sobre o seu aprendizado.

A terceira dimensão é o desempenho por perfil. Essa dimensão é mais investigativa, buscando encontrar correlações entre características dos participantes e o desempenho na avaliação.

Além de todas essas dimensões, os dados permitem agregar as informações por país, estado, microregião, município, rede e escola. Assim é possível identificar especificidades como também proporcionar ao leitor da informação uma comparação. Por exemplo, nos dados publicados pelo Estadão.Edu é possível ver qual a média de rendimento das escolas de São Paulo na área de Matemática.

 

Mais conteúdo sobre:
Enem Facts

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.