O que cai na prova do Enem?

Professores do Cursinho da Poli dão dicas sobre conteúdos mais prováveis

O Estado de S. Paulo

30 Setembro 2016 | 18h59

Matemática - Prof. Alessandro Da Silva Menezes

A maior parte das questões procura associar ao dia a dia. Assuntos como razão e proporção (regra de três, velocidade média, densidade demográfica), funções (relação entre grandezas, construir funções a partir de um problema), gráficos (interpretação, também razão e proporção), porcentagem (estatística), medidas de dispersão, probabilidade, contagem, análise combinatória, aritmética (aplicação das contas mais básicas, que não envolvem letras), geometria e, possivelmente, apenas uma questão de logaritmo.

Física - Prof. Francisco Flávio

O grande tema do exame são as Transformações Energéticas e suas possibilidades. Destacam-se a conservação da energia mecânica e suas aplicações e também as transformações que resultam em atividades produtivas, como indústrias e entretenimento, resultante das matrizes energéticas nacionais, principalmente provenientes de hidrelétricas e termelétricas. Relações entre energia e eficiência podem aparecer na forma de contas de energia elétrica e análises de circuitos elétricos. Ondulatória, espelhos, lentes e estudo dos movimentos também são destaques. 

Química - Prof. Rubens Faria

Para o Enem, a dica é ter um bom conhecimento dos conteúdos mais básicos. As apostas são questões de química orgânica, uma ou mais que circunde o tema Energia, provavelmente uma ligada a equilíbrios químicos, ou ainda alguma em que seja necessário algum cálculo com base nas massas e partículas envolvidas numa reação química.

Biologia - Prof. Wendell Sawada

As questões são normalmente interdisciplinares, então é preciso saber transitar entre os conteúdos e saber relacioná-los. Conceitos recorrentes no exame são a ecologia, a genética e a fisiologia humana - principalmente relacionados a temas do cotidiano, como saúde, desmatamento, poluição, escassez hídrica, entre outros. Dentro desses temas está uma série de conceitos como cadeia alimentar, relações tróficas, leis mendelianas da hereditariedade, metabolismo celular e noções de prevenção e manutenção da saúde.

Geografia - Prof. Marum Jacob

São recorrentes as questões envolvendo energia, como a discussão sobre as políticas energéticas, assim como a análise e a interpretação do relevo brasileiro. Fique ligado, ainda, nas transformações no quadro demográfico e socioeconômico do Brasil, na modernização da produção agrícola brasileira, na Guerra na Síria, na presença do Estado Islâmico e nos reflexos dessas situações.

História - Prof. Fernando Rodrigues

A primeira dica é ler com muita atenção os textos apresentados nas questões e os comandos dos enunciados. A resposta correta geralmente é o argumento do texto de forma sintetizada, ou uma conclusão feita com base nas premissas do texto. A maioria das questões serão de história do Brasil, desde os tempos coloniais até hoje. A escravização dos africanos no Brasil é um tema recorrente, assim como a questão das mulheres. Direitos humanos devem ser valorizados não só na redação, mas na prova toda. Em história geral, há maior chance de temas ligados à natureza dos sistemas políticos e ideológicos, como a democracia grega e a república romana antigas, o absolutismo e seus teóricos, o nazifascismo alemão, italiano e espanhol, o comunismo e o anarquismo.

Filosofia - Prof. Elias Feitosa

Não há um padrão sobre os temas e filósofos a serem abordados. A prova tem privilegiado a leitura e análise de textos com base na identificação de conceitos trabalhados por diferentes pensadores em diferentes contextos. O candidato normalmente precisa analisar as características do pensamento do autor.

Sociologia - Prof. Elias Feitosa

São prováveis as questões sobre as sociedades e seus modos de organização, as ideias de cidadania e democracia, além de eventuais análises de fragmentos de textos de autores cujos conceitos são importantes para este tipo de reflexão. Às vezes, pode parecer que há uma presença significativa de questões sobre a História, mas muitas delas podem trazer um aporte sociológico. Busca-se a valorização do conceito de diversidade. 

Língua Portuguesa - Prof. André Valente

Os principais gêneros textuais na prova costumam ser anúncios publicitários, charges, poemas, letras de música, textos jornalísticos, pinturas e outras expressões artísticas. Vale a pena estudar as principais características de cada um. O Enem costuma ter questões sobre variações linguísticas, funções de linguagem e figuras de linguagem. O importante é saber como identificar, interpretar e aplicar esses conteúdos. Aspectos da intertextualidade merecem atenção, pois em todas as provas houve questões relacionando obras de dois ou mais autores.

Língua estrangeira - Prof. de inglês Moacir Prudêncio

Os textos variam entre imagens, versos, e textos informativos. Poemas e letras de música podem trazer questões de relações de ambiguidade, conotação, entre outras condições semânticas. Fique atento: é comum o examinador distribuir, nas alternativas, palavras soltas que estão por todo o texto, dando a impressão de que todas têm algo a ver.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.