Nova reitora da PUC-SP descumpre promessa e assume cargo

Anna Cintra, última colocada em votação, assinou compromisso de não aceitar nomeação

Cristiane Nascimento, Paulo Saldaña e Luiza Vieira, Especial para o Estadão.edu,

13 Novembro 2012 | 22h47

A professora de Letras Anna Maria Marques Cintra, de 73 anos, nomeada reitora da PUC-SP nesta terça-feira, 13, rompeu um compromisso assumido em debate promovido em agosto de só aceitar o cargo caso fosse a mais votada entre estudantes, funcionários e professores da instituição.

Anna Cintra foi a terceira colocada na votação realizada no fim daquele mês. Os outros dois candidatos - Dirceu de Mello, atual reitor e primeiro colocado, e Francisco Antonio Serralvo - também  firmaram o mesmo compromisso durante debate dos candidatos à reitoria, organizado por estudantes no dia 13 de agosto no Tucarena.

Mesmo com o resultado da eleição já apurado em setembro, a definição de que quem assumiria o comando da universidade só poderia ocorrer após nomeação pelo cardeal Dom Odilo Scherer, grão-chanceler da universidade e presidente do Conselho Superior da Fundação São Paulo, que administra a instituição. E foi apenas nesta terça, 13, que o cardeal oficializou a nomeação.

Segundo Francisco Serralvo, o documento assinado durante o debate, no entanto, "não tem um valor significativo perante a decisão do cardeal". "A recusa de Anna Cintra em assumir o cargo poderia ser interpretada como insubordinação pela fundação mantenedora da PUC", disse ao Estadão.edu.

CONFIRA, NO VÍDEO, A ASSINATURA DO DOCUMENTO:

Mais conteúdo sobre:
Educação PUC-SP Reitoria Ensino superior

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.