'No topo do ranking, estão as escolas que fazem seleção', diz especialista

Em entrevista à Rádio Estadão, o professor Francisco Soares, integrante do Conselho Nacional de Educação e ex-presidente do Inep comentou nota do Enem

O Estado de S. Paulo

04 Outubro 2016 | 20h28

Em entrevista à Rádio Estadão, o professor Francisco Soares, integrante do Conselho Nacional de Educação e ex-presidente do Inep, comentou os dados do Enem por escola, divulgados nesta terça-feira, 4, pelo Ministério da Educação (MEC). As notas revelam o domínio de colégios particulares paulistas entre os melhores do Brasil. Das cem escolas com as maiores médias, 30 estão no Estado de São Paulo. 

Segundo ele, é preciso olhar os dados com atenção para o sistema de seleção que é feito nas escolas com as melhores posições na lista. "Quem está no auge, no topo do ranking, são as escolas que fazem seleção", destaca. O professor ainda explica que o modelo ocorre tanto em algumas escolas públicas quanto nas privadas. 

"No sistema público, nas escolas técnicas federais, é um vestibular muito competitivo. As escolas privada fazem duas seleções. Primeiro, quem pode pagar. E depois, ao longo da trajetória do aluno, elas vão excluindo os alunos mais fracos", disse à Rádio Estadão. 

Ouça a entrevista completa: 

No ranking das 30 melhores escolas de São Paulo, 24 delas têm 90 ou menos alunos, o que pode facilitar o bom desempenho. O Colégio Objetivo Integrado, localizado na região central da capital, mais uma vez aparece no 1º lugar da lista nacional, com a nota 751,2.

Já se forem considerados somente os colégios com mais de 90 alunos, o Bernoulli - Unidade Lourdes, de Belo Horizonte (MG), é o 1º no País, com 725,27.

RANKING: Veja a lista das escolas com as melhores notas no Enem

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.