Reprodução/Facebook
Reprodução/Facebook

Não houve 'desinformação', diz Bolsonaro sobre Enem

Em transmissão pelo Facebook, o presidente também elogiou a escolha do tema da redação, sobre a democratização do acesso ao cinema

Daniel Galvão e Pedro Caramuru, O Estado de S.Paulo

07 de novembro de 2019 | 23h38

SÃO PAULO - O presidente Jair Bolsonaro elogiou nesta quinta-feira, 7, em transmissão ao vivo pelo Facebook, o ministro da Educação Abraham Weintraub pela aplicação da primeira etapa do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que ocorreu no último domingo, 3. "Parabéns ao MEC e ao ministro Abraham Weintraub", afirmou. "Não houve desinformação nas questões de múltipla escolha."

O presidente também elogiou a escolha do tema da redação, sobre a democratização do acesso ao cinema. "O tema já não foi aquele tema polêmico, lembra? A linguagem 'não-sei-de-quem'", disse o presidente em referência à prova do ano passado, que cobrava uma questão de interpretação de texto sobre, segundo o enunciado, o "'dialeto secreto' de gays e travestis".

Segundo o presidente a questão "estimula a criançada a se interessar por 'aquele assunto' que não leva a lugar nenhum".  O tema da redação do Enem 2018, na verdade, era sobre manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet

"Espero, Weintraub, que na próxima redação caiam temas mais científicos, técnicos, ou até culturais, mas que interessem a todos nós", acrescentou Bolsonaro. Ele também afirmou que a escolha da proposta não "teve participação" dele. "Zero. Não tive conhecimento nenhum."  

Neste domingo, 3, os candidatos fizeram as questões de Ciências da Natureza e Matemática. Cerca de 3,9 milhões de candidatos fizeram o primeira dia de prova do Enem, que teve redação, Linguagens e Ciências Humanas. A nota do exame serve de critério de ingresso em boa parte das universidades públicas e privadas do País.

'Se Liga No Vestibular': Episódio aborda o segundo dia de prova do Enem; ouça o podcast:

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.