MP abre inquérito sobre biblioteca do Direito da USP

Objetivo é investigar possível prejuízo ao patrimônio público no processo de transferência dos livros

Paulo Saldaña - Estadão.edu e Rodrigo Burgarelli - O Estado de S. Paulo

15 Junho 2010 | 10h46

O Ministério Público Estadual instaurou inquérito civil para investigar possível prejuízo ao patrimônio público no processo de transferência da biblioteca da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP). A promotoria atende a pedido do centro acadêmico da faculdade. O promotor Silvio Antonio Marques, responsável pelo caso, preferiu não se manifestar sobre a investigação.

 

O Ministério Público Federal em São Paulo já conduz inquérito sobre a transferência de parte do acervo da biblioteca para um prédio anexo ao da faculdade, na Rua Senador Feijó, ocorrida no começo deste ano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.