Miro quer licitação para colocar internet nas escolas

O ministro das Comunicações, Miro Teixeira, praticamente descartou a sugestão de algumas operadoras de telefonia de que seja feita sem licitação a implantação de sistemas de acesso à internet nas escolas públicas. Em entrevista, ele defendeu a licitação e afirmou que ela deve ser aberta a outras empresas e não apenas às concessionárias de telefonia. Teixeira relatou que está ouvindo as propostas das empresas sobre o programa. Na terça-feira, a Telemar apresentou um projeto pelo qual poderia implantar acesso em 1.100 escolas nos Estados onde atua, ao custo de R$ 120 milhões por quatro anos. Essa possibilidade de contratação direta das concessionárias e de pagamento com recursos do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust) é previsto na legislação do setor, mas não foi usada pelo governo anterior nem agrada ao atual ministro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.