Ministro vai ao Senado explicar avaliação ruim da educação

O ministro da Educação, Fernando Haddad, foi à Comissão de Educação do Senado para explicar a importância dos dados divulgados pelo MEC sobre o desempenho dos estudantes no ensino básico. O ministro explicou aos senadores como funciona a análise das informações do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb) e do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Divulgados recentemente, os resultados das duas avaliações foram considerados decepcionantes. O Enem obteve resultados inferiores aos do ano anterior, e o Saeb, que avalia os conhecimentos de matemática e língua portuguesa, ainda registra notas abaixo das obtidas pelos estudantes que fizeram o exame em 1997. Segundo o Saeb, a partir de 2001 houve avanço no desempenho dos alunos da 4ª série e queda no aproveitamento da 8ª série do ensino fundamental e 3º ano do ensino médio. ?A melhoria do desempenho na 4ª série ainda não pode ser comemorada porque o movimento de melhora deve ser confirmado entre esses mesmos alunos na próxima edição do Saeb, este ano?, alertou Haddad.Em relação ao Enem, o ministro disse que a comparação, depois da divulgação dos dados, entre o desempenho dos alunos entre 2005 e 2006 foi tecnicamente equivocada. ?O próximo exame pode ter uma prova mais fácil e melhorar as notas dos estudantes, mas isso não significa que o desempenho deles terá melhorado em relação ao ano anterior?, falou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.