Ministro da Justiça apóia crítica a cursos de Direito

O ministro da Justiça, Márcio Thomas Bastos, reforçou as críticas da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) à baixa qualidade dos cursos de Direito e disse que o governo deve ser mais rigoroso na autorização de novas faculdades.?Realmente é preciso mudar para ter mais rigor na autorização desses cursos. Muitos são deploráveis?, disse Bastos no domingo, após a posse do novo presidente nacional da OAB, Roberto Busato. O ministro, porém, não detalhou as mudanças, evitando entrar na área do ministro da Educação, Tarso Genro.

Agencia Estado,

02 de fevereiro de 2004 | 11h29

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.