Ministro critica ato de vandalismo realizado contra prédio do MEC

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, repudiou a ação de alguns manifestantes do movimento grevista dos servidores federais que picharam a fachada e lançaram balões de tinta no edifício-sede do Ministério da Educação na tarde da última quarta-feira, 18.

Estadão.edu,

19 Julho 2012 | 12h37

De acordo com o ministro, a agreção não representa a categoria dos docentes. "Esse tipo de vandalismo nada resolve. É legítima uma manifestação, com carro de som, com bandeiras, é própria da democracia. Mas um ato que agride um patrimônio construído com dinheiro público nada contribui para o movimento".

Vinculados ao MEC, professores de universidades e institutos federais receberam, na semana passada, uma proposta de reajuste do governo. O plano, no entanto, foi criticado pela categoria, que acredita que, com a inflação, os ganhos propostos até 2015 serão mínimos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.