Ministra anuncia capacitação de professores em cultura negra

Programa começará em 32 municípios do Estado de São Paulo, no primeiro trimestre de 2008

Sandro Villar, Agência Estado

31 de outubro de 2007 | 18h43

nos da rede pública de ensino vão aprender a história e a cultura afro-brasileiras. O tema já é obrigatório, e agora os professores serão capacitados, diz a ministra da Igualdade Racial (Seppir), Matilde Ribeiro, que visitou Adamantina, Lucélia e a sua cidade natal Flórida Paulista.   Durante debate com estudantes e autoridades de Adamantina, ela anunciou a implantação de um projeto nacional de capacitação de professores, que começa pelo Estado de São Paulo.   O treinamento terá início no primeiro trimestre de 2008, envolvendo professores dos 32 municípios da Alta Paulista. A lei federal 10.639, de 2003, diz que as escolas da rede pública são obrigadas a ensinar aos estudantes a história e a cultura dos negros.   "É preciso capacitar professores para cumprir a lei. É uma medida importante e nós contamos com a infra-estrutura das secretarias municipais e estaduais da Educação", disse a ministra.   Ela avisa que para diminuir a desigualdade social, o governo federal conta com a colaboração dos estados e municípios. "A população negra é a mais pobre entre os pobres, as mulheres negras são as mais pobres entre as mulheres. Os indígenas também estão entre os mais pobres. É preciso uma ação efetiva de inclusão social", disse Matilde.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.