Divulgação
Divulgação

Ministério da Educação suspende vestibular de 68 cursos no Brasil

Graduações com conceito menor que 3 podem ser proibidas de aumentar vagas e obter novos contratos no Fies e no ProUni

Luísa Martins, O Estado de S. Paulo

18 Dezembro 2015 | 14h29

BRASÍLIA - O vestibular está suspenso para 68 cursos no País nas áreas de Ciências Exatas, licenciaturas e afins, informou o Ministério da Educação (MEC) nesta sexta-feira, 18. As graduações obtiveram, a partir das duas últimas avaliações do MEC, Conceito Preliminar de Curso (CPC) menor do que 3 - índice considerado insatisfatório e a partir do qual o curso é passível de restrições.

Desse total, 45 tiveram evolução muito baixa (da nota 1, em 2011, passou para 2, no ano passado) e ainda podem reverter a medida cautelar após uma avaliação in loco feita pelo MEC e a assinatura de um protocolo de compromisso em implementar melhorias. Nas outras 23, não há essa possibilidade.

Para o ministro Aloizio Mercadante, as "consequências são graves" para os cursos que apresentam CPC menor do que 3, que no Brasil todo somam 756. Pode ser vedado, por exemplo, o aumento de vagas no curso, a realização de novos contratos de Financiamento Estudantil (Fies) e  Programa Universidade Para Todos  (ProUni) e a utilização do curso como referencial para adesão ao Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec).

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.