Ministério da Educação divulga resultados do Enem

Estudantes poderão candidatar-se a 47,9 mil vagas em universidades federais

Lisandra Paraguassu, de O Estado de S. Paulo,

28 Janeiro 2010 | 08h14

Inicilmente anunciado para sexta-feira, o Instituto Nacional de Pesquisas (Inep) já colocou no ar o primeiro sistema de seleção unificado (Sisu) para instituições federais de ensino superior, que permitirá aos alunos que fizeram o novo Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) selecionar onde querem estudar. Os estudantes que fizeram o Enem também já podem ter acesso a seus resultados, consultando o site do Inep.   O processo deverá ser todo feito pela internet. Com ele, os estudantes podem tentar uma vaga em qualquer Estado, desde que a instituição esteja participando do sistema. Neste ano ficou de fora a maior parte das universidades federais e dos Ifets - algumas por causa do atraso na realização do Enem, adiado pela tentativa de fraude denunciada pelo Estado, e outras porque preferiram, por enquanto, não usar o exame integralmente para sua seleção.   Ainda assim, o número de vagas é considerável. São 47,9 mil vagas em 23 universidades federais e 26 institutos federais de educação tecnológica que poderão ser escolhidas por 2,6 milhões de candidatos. Na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), por exemplo, serão 1.570 vagas em vários cursos.   O aluno escolhe apenas um curso, mas, nos seis dias em que o processo estiver aberto, ele poderá mudar a opção caso perceba que sua nota não é suficiente para ser aprovado.     Veja também: Sistema de seleção unificado entrará no ar com as notas do Enem Unesp e UFPR já têm as notas do Enem  Envie suas dúvidas sobre o Sisu para o blog do Estadão.edu   Um dos alertas que o MEC faz é para que os estudantes confiram todos os dias sua seleção para garantir que ainda estão aprovados no curso que escolheram. Com a possibilidade de mudanças, a tendência é que a nota de corte dos cursos mude a cada dia. Alguém que estava classificado em um dia poderá perder a vaga no seguinte. "Nos primeiros lugares, essa possibilidade é menor, mas na parte de baixo da lista isso pode ocorrer com frequência", explicou a secretária de ensino superior do MEC, Maria Paula Dallari.   Os estudantes que ficarem de fora da primeira etapa poderão tentar mais uma vez uma vaga no segundo período, na metade de fevereiro. O ministério ainda prevê uma terceira etapa, complementar, no início de março (mais informações nesta página). Em cada uma delas haverá menos vagas - apenas as que sobrarem dos processos anteriores. Maria Paula não descarta um novo processo, em maio, para o segundo semestre, com os lugares remanescentes. "Seria um último processo este ano, para evitar vagas ociosas", explicou.   De acordo com a secretária, o site de inscrições terá capacidade para 200 mil acessos simultâneos, o que deverá impedir que trave em meio ao processo de seleção. Ontem, o site foi colocado no ar apenas com as instituições, cursos e número de vagas para que os estudantes possam começar a fazer suas seleções. Na segunda-feira, o MEC colocará no ar também o sistema de inscrições para o Programa Universidade para Todos. Uma conta preliminar prevê que, neste ano, o ProUni deverá ter mais de 170 mil vagas.   TIRE SUAS DÚVIDAS Como será calculada a nota de corte para cada curso? Ao fim de cada dia de inscrição, o sistema verificará quais são os candidatos mais bem colocados em cada curso. A nota de corte será aquela do último classificado. Como a verificação é diária, a nota pode mudar de um dia para o outro. Por isso é importante verificar a lista diariamente   Como a nota do Enem será usada? Cursos e instituições podem dar pesos diferentes para as notas de cada uma das cinco áreas avaliadas. Por isso, a média final do aluno em um curso ou instituição pode variar quando ele fizer outra escolha   Como me candidato a uma vaga pelo sistema de cotas? Se existir essa opção na instituição, haverá um campo para ser preenchido na inscrição   Após o último dia de inscrição, onde vejo o resultado? No site do Sisu, na universidade ou pelo 0800-616161   A matrícula também será feita pelo site do Sisu? Não. A matrícula ocorrerá na instituição

Mais conteúdo sobre:
Ministerio da Educaçao MEC Enem resultados

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.