Menos livros para ler melhor

Melhor que não ler livro nenhum é ler uma quantidade menor deles. Mas que pelo menos assim sejam bem lidos. Com essa idéia, dois dos mais importantes vestibulares do País - Fuvest e Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) - resolveram unificar a lista de livros para o processo seletivo deste ano.?Não é bom para o ensino médio que se exija dos candidatos às universidades públicas paulistas uma lista de 17 livros?, afirma o coordenador da Comissão Permanente para os Vestibulares (Comvest) da Unicamp, Leandro Tessler.Desde 1987, quando os vestibulares da Universidade de São Paulo (USP) e da Unicamp foram separados, essa é a primeira vez que vestibulandos terão como leitura obrigatória as mesmas nove obras. ?Os candidatos não estavam lendo os livros?, constata Tessler, ciente de que outras atividades envolvem o dia-a-dia do vestibulando, dificultando a leitura da extensa lista de antes. ?Assim se consegue racionalizar essas solicitações de leitura?, acredita.A lista conjunta levou um ano para ser decidida. Dois representantes de cada instituição ficaram responsáveis pela escolha dos títulos. Segundo Tessler, a seleção dos livros obrigatórios para os vestibulares anteriores das duas universidades tinham características diferentes, mas a comissão conseguiu chegar a um meio termo.Estabilidade A intenção é que a parceria se repita nos próximos processos seletivos. Tessler aponta que há uma preocupação em manter a estabilidade da lista. Assim, a cada vestibular, seis títulos do ano anterior devem continuar como leitura obrigatória para as provas.Mas para quem ainda pensa em não ler integralmente todas as obras pedidas pelos vestibulares da Fuvest e da Unicamp, o coordenador da Comvest alerta que as questões sobre os livros são bastante específicas. Ou seja, não adianta recorrer a subterfúgios. ?Aqueles resumos (roteiros de estudo comuns em época de vestibular) são a anti-literatura?, opina Tessler.LEITURA OBRIGATÓRIAAuto da Barca do Inferno - Gil Vicente Memórias de um Sargento de Milícias - Manuel Antônio de Almeida Iracema - José de Alencar Dom Casmurro - Machado de Assis A Cidade e as Serras - Eça de Queirós Vidas Secas - Graciliano Ramos A Rosa do Povo - Carlos Drummond de Andrade Poemas Completos de Alberto Caeiro - heterônimo de Fernando Pessoa Sagarana - Guimarães Rosa

Agencia Estado,

18 de maio de 2006 | 22h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.