Wilton Júnior/Estadão
Wilton Júnior/Estadão

MEC transfere local de prova de mais 958 candidatos do Enem

Mudanças ocorreram nas cidades de Abaetuba (PA), Macapá (AP), Eldorado do Sul (RS) e Conceição do Caité (BA)

O Estado de S. Paulo

22 Outubro 2015 | 22h02

BRASÍLIA - Problemas na estrutura, enchentes, assalto e até jogo de futebol fizeram com que o Ministério da Educação transferisse o local de prova de 958 participantes do Enem. As mudanças ocorreram nas cidades de Abaetuba (PA), Macapá (AP), Eldorado do Sul (RS) e Conceição do Caité (BA). Com a decisão do MEC, sobe para 3.528 o número de participantes que tiveram o local de provas alterado. O exame será realizado neste sábado e neste domingo.

Os estudantes foram comunicados da mudança por e-mail, SMS e telefonemas. Além do alerta, serão instaladas faixas nos locais inicialmente indicados para fazer a prova, informando sobre a transferência. 

Até a manhã desta quinta-feira, dos 7.746.609 inscritos, 6.431.609 haviam acessado o cartão de confirmação da participação do exame, o equivalente a 83% dos participantes. Este ano, pela primeira vez, o cartão somente está disponível na internet. A medida trouxe uma economia de R$ 16,5 milhões.

Para acessar o cartão, o participante deve informar o CPF e a senha. Aqueles que esqueceram o código podem recuperá-lo na página do participante. O cartão traz o nome do candidato, CPF, número de inscrição, opção da língua estrangeira e a necessidade de atendimento especializado, quando for o caso. 

Este ano, serão 211.980 locais de prova do Enem. A equipe para aplicação do exame é composta por 915.290 pessoas, entre fiscais, chefes de sala. Foram recrutados 60 batalhões do Exército para fazer a segurança da prova. Neste ano, detectores de metais também serão instalados nos banheiros.

Mais conteúdo sobre:
Enem MEC Educação

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.