MEC publica edital do Sisu; inscrições começam no dia 19

O sistema ficará disponível aos estudantes do dia 19 de janeiro até o dia 22; inscrições deverão ser feitas somente pela internet

O Estado de S. Paulo

05 Janeiro 2015 | 09h25

Atualizada às 12h29

O Ministério da Educação (MEC) publicou, nesta segunda-feira, 5, o edital do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), no Diário Oficial da União, para a edição de 2015. As inscrições deverão ser feitas somentes pela internet, pelo endereço http://sisu.mec.gov.br.

O sistema, que seleciona estudantes para as vagas nas instituições públicas usando como base a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), ficará disponível aos estudantes do dia 19 de janeiro até as 23 horas e 59 minutos (horário de Brasília) do dia 22. O aluno poderá escolher até duas opções de vaga. Para participar, o estudante deve ter realizado a edição do Enem de 2014 e não pode ter zerado na redação.

A novidade neste ano é que o processo seletivo do Sisu terá apenas uma única chamada, conforme antecipou o Estado no blog do Mateus Prado. O estudante poderá, no entanto, manifestar interesse na lista de espera para o curso. A própria instituição de ensino é que deverá convocar os estudantes conforme o número de vagas disponíveis. 

O resultado da chamada, que poderá ser consultado na página do Sisu na internet, será divulgado no dia 26. A matrícula na instituição na qual o estudante foi selecionado deverá ser realizada nos dias 30 de janeiro, 2 e 3 de fevereiro.

ProUni. O MEC  também divulgou nesta segunda o regulamento para inscrição no Programa Universidade para Todos (ProUni). Alunos com nota inferior a 450 no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) ou que tenham zerado na redação  não poderão fazer inscrição. 

As bolsas integrais serão oferecidas caso a renda familiar bruta mensal per capita não exceda o valor de um salário-mínimo e meio. Já para as parciais, o teto é de renda familiar bruta mensal per capita de três salários mínimos. O estudante deve ter cursado o ensino médio completo em instituição pública, em privada com bolsa integral ou ainda parcialmente em escola pública e privada, desde que com bolsa integral.  Pessoas com deficiência e professores da rede pública também têm direito à inscrição. 

Mais conteúdo sobre:
sisu prouni

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.