MEC fala na Bienal sobre diretrizes da política nacional do livro

O ministro da Educação, Fernando Haddad, apresenta nesta segunda-feira as diretrizes básicas da política nacional do livro (2006/2022), que integra o Plano Nacional do Livro e Leitura (PNLL), durante o quinto dia da 19ª Bienal Internacional de São Paulo. Na ocasião, também vai lançar o regulamento do Prêmio Vivaleitura, destinado a pessoas ou entidades que se destacarem em ações de fomento à leitura. A cerimônia ocorre às 17 horas, no Centro de Convenções do Anhembi. Participam o ministro da Cultura, Gilberto Gil, e representantes da Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI).O Prêmio Vivaleitura foi anunciado em dezembro de 2005 e nasceu de uma parceria entre os ministérios da Educação e da Cultura e a OEI. Esta primeira edição deverá ser entregue em 29 de outubro, data em que se comemora o Dia Nacional do Livro.A 19ª Bienal Internacional, considerada o maior evento literário do país, começou na última quinta-feira (9) e termina no dia 19. Neste período, estão previstos palestras, conferências, fóruns, seminários, sessões de autógrafos e exposições.

Agencia Estado,

13 de março de 2006 | 16h52

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.