MEC divulga novas regras do Sisu

Sistema de seleção para universidades federais terá etapa única de inscrições

Estadão.edu

18 de maio de 2010 | 11h59

O Ministério da Educação (MEC) publicou nesta terça-feira portaria que regulamenta o funcionamento do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), meio de seleção para universidades federais que usam o Enem como vestibular. O processo será estruturado em etapa única e os candidatos só poderão escolher duas opções de curso. As mudanças já haviam sido anunciadas pela secretária de Ensino Superior do MEC, Maria Paula Dallari.

 

De acordo com o texto, publicado no Diário Oficial da União, o estudante poderá, durante o período de inscrição, alterar as suas opções de vagas nas instituições que adotam o Sisu. Mas caso a nota do Enem seja suficiente para ele ingressar no curso indicado como primeira opção, o candidato terá de efetivar a matrícula, sob pena de ser retirado do sistema.

 

Se o estudante passar na segunda opção, pode permanecer para a segunda ou terceira rodadas de convocação da primeira opção, independentemente de ter efetuado a matrícula referente à vaga escolhida como segunda opção. A nova vaga na segunda opção será cancelada, dando chance a outros candidatos.

 

No ano passado, o Sisu foi uma fonte de dores de cabeça para estudantes, MEC e universidades. O sistema de seleção era confuso e apresentou vários problemas técnicos. Tinha três etapas e permitia ao estudante fazer uma opção em cada uma. Muitos universitários se cadastravam no sistema e desistiam de fazer a matrícula, o que provocou um grande número de vagas ociosas e exigiu a abertura de uma etapa suplementar.

Mais conteúdo sobre:
SisuEnemMEC

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.