MEC autoriza liberação de R$ 82 milhões para hospitais universitários

Recursos estão previstos no Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais

Estadão.edu, com informações do MEC,

23 Outubro 2012 | 11h46

Os hospitais universitários federais terão recursos de R$ 82 milhões para aplicar em atividades de ensino, pesquisa, extensão e assistência à saúde da população pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O notícia foi publicada pelo portal do Ministério da Educação nesta segunda-feira, 22. Ao todo, 44 unidades devem ser beneficiadas.

Os recursos estão previstos no Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf). Os valores destinados a cada unidade foram determinados a partir de critérios como porte do hospital, número de leitos, quantidade e complexidade dos serviços assistenciais prestados.

Os gestores das unidades beneficiadas deverão encaminhar à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), até 60 dias após o encerramento do exercício financeiro de 2012, um relatório gerencial detalhando a aplicação dos recursos e os resultados alcançados.

 

Outra portaria, do Ministério da Saúde, publicada na sexta-feira, 19, autoriza a liberação de R$ 17,9 milhões para as reformas do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho e do Hospital São Francisco de Assis, ambos da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Eles receberão, respectivamente, R$ 10,2 milhões e R$ 7,7 milhões para aplicar em melhorias das unidades assistenciais.

 

Criado em 2010, o Rehuf tem como objetivos o financiamento compartilhado dos hospitais universitários federais entre as áreas da educação e da saúde, a modernização da estrutura física e do parque tecnológico das unidades. Desde o início de 2012, com a criação da Ebserh, a empresa é o órgão do governo federal responsável pela gestão do programa.

Mais conteúdo sobre:
hospitais universitários investimento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.