Divulgação
Divulgação

MEC autoriza criação de 176 vagas de Medicina em universidades federais

Aumento ocorre no âmbito do Programa Mais Médicos e deve priorizar o atendimento ao Sistema Único de Saúde (SUS)

Luiz Fernando Toledo, O Estado de S. Paulo

19 Maio 2015 | 10h23

SÃO PAULO - O Ministério da Educação (MEC) autorizou a criação de 176novas vagas em três novos cursos de Medicina de universidades federais  emSanta Catarina, Tocantins e Alagoas. O aumento é parte da política nacional deExpansão das Escolas Médicas das Instituições Federais de Educação Superior,instituído em 2013. Os dados foram publicados nesta terça, 19, no Diário Oficial da União.

A criação de vagas ocorre no âmbito do Programa Mais Médicose deve priorizar o atendimento ao Sistema Único de Saúde (SUS) como elementocentral do projeto pedagógico do curso. A priorização é dada a locais onde a  relação de vagas em cursos de Medicina por 10 mil habitantes é inferior a 1,34.

Em Santa Catarina, a Universidade Federal da Fronteira doSul, câmpus Chapecó, deverá ter 40 vagasanuais.  No Tocantins, serão 56 vagas para a Universidade Federal do Tocantins, no câmpus Araguaína. Já aUniversidade Federal de Alagoas, câmpusArapiraca, deve receber curso com 80 vagas. 

O Programa Mais Médicos prevê a criação de 11.447 novasvagas em cursos de Medicina até 2017 comfoco na melhor distribuição da oferta de profissionais no País e nas regiões onde há necessidade de ampliara formação de médicos. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.