MEC anuncia aumento de 20,5% em benefícios do Fundef

O Ministério da Educação anunciou nesta quinta-feira um reajuste de 20,5% no valor mínimo por aluno/ano do Fundef (Fundo de Desenvolvimento do Ensino Fundamental). É o maior aumento desde a criação do fundo, em 1998, mas ainda está longe do que determina a legislação. "É um reajuste bem maior do que minha expectativa", disse o presidente da Comissão de Educação da Câmara, Gastão Vieira (PMDB-MA).O novo piso é a primeira medida concreta anunciada desde a posse do novo ministro, Tarso Genro, mas vinha sendo negociado pelo ex-ministro Cristovam Buarque, demitido na semana passada. "Fico satisfeito que a luta que fiz por um reajuste maior do que o previsto tenha dado algum resultado", disse Cristovam, quediversas vezes irritou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao reivindicar publicamente mais verbas para a pasta.Com o reajuste, o valor mínimo do Fundef em 2004 será de R$ 537,71 por aluno de 1.ª a 4.ª série e de R$ 564,60 por estudante de 5.ª a 8.ª série e de turmas de educação especial. Se a lei do Fundef fosse cumprida, o piso ficaria acima de R$ 700 por aluno/ano, segundo Cristovam, ou até próximo de R$ 900, de acordo com Vieira. De qualquer forma, o deputado entende que o reajuste beneficia o ministro politicamente. "Ele entra já com o apoio dos prefeitos", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.