Reprodução
Reprodução

MEC abre consulta ao resultado do Sisu

Programa oferece vagas em instituições públicas para quem realizou a última edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)

Rafael Moraes Moura, O Estado de S. Paulo

26 Janeiro 2015 | 11h52

BRASÍLIA - O Ministério da Educação (MEC) divulgou, nesta segunda-feira, 26, consulta à lista dos aprovados no Sistema de Seleção Unificada (Sisu). O programa oferece vagas em instituições públicas de ensino superior para quem realizou a última edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e não zerou na redação. As matrículas podem ser feitas de 30 de janeiro a 3 de fevereiro. Neste ano, o Sisu oferece 20.514 vagas em 5.631 cursos de 128 instituições públicas de educação superior.

Neste ano, haverá apenas uma chamada. Os candidatos que não foram selecionados poderão participar da lista de espera, também a partir desta segunda-feira, na página do Sisu. O prazo para que isso seja feito é até o dia 6 de fevereiro. O estudante somente poderá manifestar interesse na lista de espera para o curso correspondente à primeira opção.

O curso de arquitetura e urbanismo do Instituto Federal de São Paulo foi o mais procurado pelos estudantes. No recorte feito pelos cursos mais procurados, o curso de arquitetura e urbanismo do Instituto Federal de São Paulo recebeu 13.777 inscrições para uma disponibilidade de 40 vagas. A relação de candidato por vaga nesse curso ficou em 344,43, a maior entre os dez cursos mais procurados no Sisu.

O segundo curso mais procurado foi o de medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (12.062 inscrições), seguido pelo de engenharia civil do Instituto Federal de São Paulo (11.307), pelo curso de direito noturno da UFMG (10.827) e pelo de medicina da Universidade Federal do Acre (10.643).

Considerando todos os cursos de todas as instituições, a Universidade Federal do Ceará foi a instituição que recebeu o maior volume de inscrições (187.563), seguida pelas federais de Minas Gerais (186.881), de Pernambuco (177.235), do Rio de Janeiro (174.110), da Bahia (149.487) e de Goiás (147.897).

Perfil. Do total de inscritos no Sisu, 57% são mulheres e 43%, homens. No recorte da faixa etária, 53% dos inscritos têm entre 18 e 24 anos. Minas Gerais (327.601), São Paulo (306.956) e Rio de Janeiro (249.252) foram as unidades da federação com o maior número de inscritos.

No que diz respeito às inscrições por curso, administração, direito, pedagogia e medicina receberam mais inscrições.

“Como tem uma oferta ampla desses cursos, normalmente tem mantido essa tendência, apesar de nos últimos anos, estarmos diversificando (a busca por) engenharia, mas ainda permanece essa procura (por administração, direito, pedagogia e medicina)”, comentou o secretário-executivo do MEC, Luiz Cláudio Costa.

Questionado pelo Broadcast Político se hackers estariam invadindo o sistema do Sisu, Costa afirmou que esse tipo de problema é natural, mas assegurou que o MEC está preparado para lidar com a questão. “Tivemos uma pequena lentidão, mas a gente conseguiu evitar isso”, disse o secretário-executivo.

Mais conteúdo sobre:
sisu enem mec

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.