MBA online ainda enfrenta resistência

Curso a distância é mais barato, porém não facilita a formação de uma rede de contatos

Victor Vieira e Guilherme Soares Dias, Especial para o Estado

26 Novembro 2013 | 01h00

Os MBAs a distância começaram a ganhar espaço no Brasil, mas ainda enfrentam uma certa resistência do mercado.

Especialistas afirmam que os cursos online devem ser vistos como uma opção apenas para os profissionais que não conseguem se desvincular do trabalho no dia das aulas – como os que viajam com frequência – ou que buscam cursos mais baratos que exigem menos dedicação. Entre os pontos negativos estão a falta de aulas práticas, constantes nos cursos presenciais, e uma maior dificuldade para fazer networking.

De acordo com a diretora da Associação Nacional de MBA (Anamba), Karla Alcides, a entidade não credencia nenhum MBA 100% online e reconhece apenas aqueles com porcentual de, no máximo, 20% de aulas online.

"No Brasil, o MBA online não é uma alternativa para quem pode fazer o presencial. É para quem não tem a possibilidade de fazer o presencial pela qualidade. Nos Estados Unidos, há excelentes MBAs online, mas, aqui, temos mais necessidade de presença para o aprendizado", afirma Karla.

Para o presidente da Associação Brasileira das Instituições de Pós-Graduação (ABIPG), Marcelo Saraceni, os profissionais que buscam cursos online precisam ter cautela e avaliar os objetivos que buscam com a capacitação."O presencial tem vantagens como o networking e disciplinas práticas, enquanto o online tem custo mais baixo e demanda menos tempo de dedicação. O aluno precisa compreender qual é a necessidade dele", diz Saraceni.

Equivalente. O diretor de negócios do Ibmec, José Luiz Trinta, afirma que os cursos a distância da instituição têm a mesma grade do presencial. "Oferecemos um modelo flexível, em que o aluno pode começar a qualquer hora, mas não é um curso simples."

Mais conteúdo sobre:
mbaformaçãoexecutivoprova

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.