Matemática é 'calamidade' para 95% dos alunos da rede de SP

Avaliação oficial do aprendizado de matemática e português em SP mostra desempenho insuficiente

Carolina Freitas, Agência Estado

13 de março de 2008 | 15h18

O desempenho de até 95,7% dos estudantes paulistas está abaixo do adequado para a série escolar que cursam. Dados de 2007 do Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo (Saresp), divulgados na manhã desta quinta-feira, 13, pela Secretaria Estadual de Educação de São Paulo, mostram esse alto porcentual entre alunos do 3º ano do Ensino Médio, em Matemática. Os jovens tiveram desempenho 'abaixo do básico' ou 'básico' na disciplina.   Veja também: O desempenho dos alunos da rede pública de SP Comente aqui o resultado da pesquisa     O Saresp avaliou, em novembro do ano passado, 1,858 milhão de alunos das 1ª, 2ª, 4ª, 6ª e 8ª séries do Ensino Fundamental e do 3º ano do Ensino Médio em 60.965 mil escolas de todo o Estado. Foram aplicadas provas de Matemática e Língua Portuguesa. A partir da 4ª série, exigiu-se ainda uma redação. Alunos do Ensino Fundamental também tiveram dificuldades em Matemática. Na 4ª série o índice de estudantes com desempenho abaixo do adequado na disciplina foi de 80,9%; na 6ª, de 78,1%; e na 8ª, de 94,6%.   Em nota à imprensa, a secretária da Educação, Maria Helena Guimarães de Castro, disse que aposta, desde o início do ano, em reforço da disciplina. "Estamos investindo pesadamente na recuperação de Matemática", informou. Em abril a Secretaria promete implantar uma nova recuperação paralela para a matéria, com foco nas dificuldades identificadas no Saresp.   Português e redação   As notas da maioria dos estudantes em Português também ficaram abaixo do adequado. O pior resultado foi, de novo, dos alunos do 3º ano - 78,8% tiveram desempenho 'abaixo do básico' ou 'básico'. Os mais bem avaliados na disciplina foram os estudantes da 4ª série, com 40,3% de desempenho 'adequado' ou 'avançado' e 59,7% abaixo do adequado. Maria Helena comentou o fraco resultado dos jovens do Ensino Médio: "Está aquém do que desejamos. Temos de trabalhar muito para que nossas escolas atinjam padrões de qualidade que permitam chegar ao nível adequado." Na Redação, no entanto, 35,6% dos alunos do 3º ano tiveram desempenho adequado e 14,3%, avançado. As notas foram boas também no Ensino Fundamental, para 52,7% dos estudantes da 8ª série; 45,1%, na 6ª; e 43,5%, na 4ª.   Destaque para os pequenos   Os estudantes de 1ª e 2ª série do Ensino Fundamental foram os que melhor se saíram na avaliação do Saresp. O resultado das provas de Português indica que 87,4% dos alunos da 2ª série mostraram capacidade para ler e escrever. Maria Helena destacou que a avaliação deixa o Estado mais próximo da meta de alfabetizar todos os alunos de 8 anos de idade até 2010. "Ainda temos muito a percorrer, mas os dados mostram que chegaremos à meta até 2010", afirmou a secretária da Educação.

Tudo o que sabemos sobre:
educaçãoSarespescola pública

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.