Maranhão terá curso de mestrado na área espacial

O Instituto Tecnológico Espacial do Maranhão (Itema) vai criar em São Luís, até o fim do ano, um mestrado profissionalizante na área espacial. O curso será realizado em parceria com a Agência Espacial Brasileira (AEB) e formará engenheiros e técnicos ligados à área.O mestrado será desenvolvido com o apoio do Instituto Técnico Aeroespacial (ITA), de São José dos Campos (SP), e terá os mesmos moldes que o instituto oferece a funcionários da Embraer. O Itema deverá priorizar quatro áreas: engenharia de materiais; combustão e propulsão; geoprocessamento e controle e guiagem. Deverão ser aproveitados professores e pesquisadores ligados às universidade federal e estadual do Maranhão e ao Centro Federal de Ensino Tecnológico do Maranhão (Cefet).O curso será patrocinado por R$ 405 mil oriundos do Fundo Setorial da Aeronáutica. O objetivo é especializar, preferencialmente, profissionais locais. Haverá uma seleção até o fim do semestre. Ao todo, serão disponibilizadas 30 vagas em tempo integral para o curso, que terá duração de um ano e meio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.