Mais Estados aderem a educação à distância de funcionários

O Profuncionário, programa da Secretaria de Educação Básica (SEB/MEC), será implementado neste semestre em mais 12 Estados: Acre, Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Paraíba, Rio Grande do Norte, Rondônia, São Paulo e Santa Catarina. O Profuncionário realiza cursos de educação a distância, em nível médio, para a capacitação de trabalhadores na educação.Com a expansão, mais 18 mil servidores das áreas de secretaria escolar, alimentação escolar, multimeios didáticos e infra-estrutura material e ambiental serão formados até 2007. O projeto-piloto começou no fim de 2005 e já atende a cinco mil funcionários de Pernambuco, Paraná, Piauí, Tocantins e Mato Grosso do Sul. No total, 23 mil trabalhadores receberão formação semipresencial, oferecida pelo Centro de Educação a Distância da Universidade de Brasília (Cead/UnB), em convênio com o MEC. Os cursistas recebem nove módulos comuns às quatro áreas, preparados pelo Cead, além de sete módulos relativos à sua profissão. Eles também participam de encontros quinzenais presenciais. Para ter acesso ao programa, o servidor deve procurar informações na Secretaria de Educação onde trabalha. As inscrições são abertas a servidores de escolas públicas que estão concluindo o ensino básico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.