Mais de 108 mil alunos solicitam financiamento no primeiro mês de inscrição

Desse total, 11.472 já assinaram o contrato; MEC realizou uma série de mudanças no Fies

Estadão.edu

02 Junho 2010 | 11h46

Somente no primeiro mês de inscrições para o financiamento estudantil do governo federal, o Fies, 108,7 mil universitários acessaram o sistema no site do Ministério da Educação (http://sisfiesportal.mec.gov.br/) e, desse total, 11.472 já assinaram o contrato. Os dados são da diretoria financeira do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), autarquia do MEC que gerencia o novo Fies.

 

A Caixa Econômica Federal está analisando os pedidos de outros 11,1 mil estudantes, enquanto que as comissões permanentes de supervisão de acompanhamento avaliam as solicitações de 17,7 mil universitários. As CPSAs são obrigatórias em cada instituição de ensino superior privado. O sistema do Fies mostra que, atualmente, há 63,5 mil alunos preenchendo seus dados.

 

Outros 1.666 pedidos de financiamento já foram validados pelas CPSAs e estão prontos para envio à Caixa, e 3,1 mil alunos precisam oferecer mais dados a essas comissões.

 

O FNDE já tem garantidos recursos no Orçamento para 125 mil contratos e solicitou crédito adicional para outros 75 mil.

 

Mudanças

 

O MEC anunciou uma série de mudanças no Fies a partir deste ano. Agora, o sistema está disponível ao longo de todo o ano - e não só no início - e a solicitação deve ser feita pela internet. O prazo para quitar o financiamento foi ampliado para três vezes o tempo de duração do curso. Além disso, as prestações serão fixas e a taxa de juros caiu para 3,4%.

 

Médicos ou professores formados poderão pagar o financiamento com trabalho em escolas públicas ou no Programa Saúde da Família (PSF). Dois tipos de fiadores serão aceitos. A fiança tradicional, com até dois fiadores, e a fiança solidária, que pode ter de três a cinco alunos assumindo os valores do grupo.

 

Outra novidade é que os interessados no financiamento terão de participar do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A medida é válida para quem ingressar na faculdade a partir de 2011.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.