Maioria dos estudantes no País cursa ensino fundamental público

Crianças concentradas no ensino fundamental, na grande maioria freqüentadoras de escolas públicas e com baixa carga horária formam a síntese do estudante brasileiro, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) de 2001. Com a boa marca de menos de 5% das crianças de 7 a 14 anos fora da escola, o Brasil terá nesta década de voltar as atenções para as políticas sociais que atraiam para as salas de aula alunos da pré-escola e do ensino médio. Nessas duas faixas, o acesso ainda é baixo, pois 23,8% das crianças de 5 e 6 anos não estudam e, entre os jovens de 15 a 17 anos, o percentual é de 19,9%. Na década de 90, o porcentual de crianças e adolescentes fora da escola teve uma queda significativa, de 24,2% para 10,3%. Há 1,5 mihão de crianças de 5 e 6 anos fora da escola, 292 mil de 7 a 9 anos, 634 mil de 10 a 14 anos e quase 2 milhões de jovens de 15 a 17 anos que não freqüentam as salas de aula. Além do tempo de permanência na escola, o IBGE investigou pela primeira vez as razões que levam as crianças e adolescentes a não estudar. As respostas foram muito variadas, mas quase um terço (32,5%) disse não estudar por vontade própria ou por vontade dos pais e responsáveis. Para os pesquisadores do IBGE, porém, essa tende a ser uma resposta superficial que muitas vezes oculta motivos concretos. Por isso, eles chamam a atenção para duas razões recorrentes: 14,7% argumentaram que não havia escola perto de casa ou faltava vaga na escola próxima e 12,1% responderam que precisam ajudar nos afazeres domésticos, trabalhar ou procurar trabalho. A dificuldade de acesso à escola, alertam os pesquisadores, deve ser observada com atenção para o desenvolvimento de políticas futuras de inclusão na área da educação, pois os dados mostram que são impedimentos ainda maiores do que o trabalho. A maior proporção de crianças que disse não estudar por falta de escola ou de vaga ficou na faixa dos 5 aos 9 anos, com 25,5% de respostas.

Agencia Estado,

17 de abril de 2003 | 14h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.