André Dusek/Estadão
André Dusek/Estadão

Maia diz que Decotelli perdeu condições para ser ministro da Educação

Para o presidente da Câmara, a troca de ministro não atrapalha e nem acelera a votação da prorrogação do fundo da educação básica

Camila Turtelli, O Estado de S.Paulo

30 de junho de 2020 | 18h39

BRASÍLIA - O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que o professor Carlos Alberto Decotelli perdeu as condições para ser ministro da Educação. “Estive com ele uma vez quando ele era presidente do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, órgão ligado ao MEC). Tive boa impressão, infelizmente acredito que ele tenha perdido as condições, pelas informações que tenho, vamos esperar que o novo ministro venha em uma linha de defesa da educação, diferente do ex-ministro (Abraham Weintraub) que saiu anteriormente”, disse.

Decotelli cancelou uma reunião agendada para esta tarde com Maia. A desistência do encontro foi avisada menos de duas horas antes da reunião e o motivo não foi informado.

Fundeb

Para Maia, a troca de ministro não atrapalha e nem acelera a votação da prorrogação do fundo da educação básica (Fundeb) pela Câmara. “Estamos no nosso ritmo”, disse. Ele e a relatora da proposta, deputada Dorinha Seabra (DEM-TO) têm se reunido com as equipes de economia e educação do governo para tentar finalizar um texto que possa ser aprovado. “Vamos encaminhar a votação nas duas próximas semanas no máximo, já está atrasado ao que eu tinha combinado”, disse.

Para ele, é importante que essa proposta seja promulgada pelo presidente Jair Bolsonaro até o mês de agosto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.