FELIPE RAU/AE
FELIPE RAU/AE

Mackenzie: Graduação de Engenharia à noite

Universidade abre vagas para curso noturno de Elétrica, voltado a quem trabalha durante a graduação. Formação alia teoria e prática

Júlia Marques, O Estado de S. Paulo

19 Maio 2015 | 03h00


Pela segunda vez, a Universidade Presbiteriana Mackenzie abre vagas para o curso de Engenharia Elétrica/Eletrônica noturno. “Sempre houve a solicitação da graduação à noite, para atender àqueles que trabalham de dia”, explica o coordenador do curso Paulo Garcia.

A oferta, segundo o professor, muda o perfil dos alunos: são pessoas que já trazem experiência do mercado para agregar à formação acadêmica. “E os que não estão inseridos no mercado ingressam no curso com o objetivo de, rapidamente, começar a trabalhar.”

Segundo Garcia, a graduação prioriza a formação básica forte e não há diferenças em relação às disciplinas do período diurno. A cobrança em provas e exercícios também é a mesma. Apesar da carga de matérias teóricas, a prática também é um ponto forte do curso. “O engenheiro do Mackenzie é conhecido no mercado por saber resolver problemas”, destaca o coordenador. A graduação, com cinco anos de duração, conta com professores com experiência no mercado. “Eles trazem para o curso a vivência que tiveram na lida profissional.” 

De acordo com o coordenador, os alunos formados pelo curso saem preparados para atuar não só no desenvolvimento como na aplicação dos produtos eletrônicos.

Outra linha de atuação, em expansão no País, é a de sistemas de potência e energia. “O Brasil passa por um momento delicado de buscar novas formas de energia. A parte de geração, transmissão e distribuição vai demandar muitos engenheiros na área e empregar nossos futuros profissionais.”

Sonho de criança

“Desde pequeno, já andava com fiozinhos na mão e mexia com equipamentos para tentar descobrir como funcionavam. Quando comecei a trabalhar, tinha um sonho enorme de desenvolver produtos em eletrônica. No curso, você estuda a parte teórica e aplica na prática, e os professores têm grande know-how. No início, quero trabalhar em alguma empresa de aparelhos eletrônicos. Mas minha perspectiva para o futuro é montar meu próprio negócio. O curso também envolve questões de empreendedorismo.” (Cristhian Russner, estudante de Engenharia Elétrica)

SERVIÇO:

OUTROS CURSOS: Direito, Arquitetura, Administração, Publicidade INSCRIÇÃO: até 29/5 TOTAL DE VAGAS: 3.695 PROVA: 11/6 e 12/6 (São Paulo) e 13/6 (Campinas) DIVULGAÇÃO DO RESULTADO: 25/6 MENSALIDADE: de R$ 684 a R$ 2.442 SITE: www.mackenzie.br



Mais conteúdo sobre:
Vestibular de invernoMackenzie

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.