Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Lula visita Olimpíada do Conhecimento em Olinda

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva visita hoje (10) em Recife a quarta edição da Olimpíada do Conhecimento. O evento, promovido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), reúne até o próximo dia 14, no Centro de Convenções de Pernambuco em Olinda, 503 estudantes de cursos profissionalizantes de 800 municípios do País. Eles participam de provas, em 48 modalidades, para avaliação da capacidade técnica, criatividade e habilidades pessoais.O presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Armando Monteiro Neto, justificou o convite ao presidente Lula, que estudou na escola do Senai, em São Paulo, e também esteve na Olimpíada do Conhecimento realizada há dois anos em Minas Gerais. "Ele tem muito apreço pelo sistema porque, como ex-aluno, conhece o trabalho que vem sendo desenvolvido pela instituição há mais de 60 anos, no sentido de cumprir a missão de qualificar mão-de-obra para promover o desenvolvimento tecnológico no ambiente da produção industrial", declarou.Segundo a Radiobrás. uma das áreas que o presidente Lula vai visitar é a mostra de criatividade dos alunos do Senai, onde estão sendo expostos produtos inovadores, que poderão, no futuro, ser comercializados em escala industrial. Travesseiro despertadorUma das novidades é o travesseiro despertador. O projeto foi desenvolvido em um mês por alunos e professores do Senai da Vila Leopoldina, em São Paulo. O instrutor Manoel Tolentino explicou que o diferencial é que a pessoa ao invés de despertar com o barulho incômodo da campainha do despertador é acordada com um sistema de vibração.O invento funciona com um relógio digital, movido a bateria e acoplado ao travesseiro, que emite um sinal elétrico no tempo programado. "Uma das vantagem é que se outras pessoas estiverem dormindo próximas de quem deseja despertar em horário determinado, não irão escutar barulho", lembrou.Eletrocutador de ratosOutro exemplo de inovação vem dos alunos do Senai, da cidade de Araraquara, também em São Paulo. Eles desenvolveram, em 90 dias, um modelo ecológico de exterminador de roedores, que pode ser utilizado em fábricas de alimentos, indústrias de remédios, redes de supermercados, fazendas e até mesmo no ambiente doméstico. Segundo o instrutor Wiliam Pedroso, com o uso da nova máquina automática, que dispara uma descarga elétrica de 100 mil volts nos ratos, é possível evitar a aplicação de pesticidas, que contaminam o meio ambiente poluindo solos e rios".

Agencia Estado,

10 de março de 2006 | 16h40

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.