Lula vai a formatura de alfabetizados pelo Sesi no Rio

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva participa nesta manhã da solenidade de formatura de 13 mil jovens e adultos alfabetizados pelo programa "Sesi - Por um Brasil Alfabetizado", uma parceria do Sistema Firjan, do Sesi Nacional e do Ministério da Educação. A solenidade se realiza no Espaço da Cidadania, antiga Cidade do Rock, na zona Oeste da cidade, e conta também com as presenças do ministro da Educação, Tarso Genro, e do presidente da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), Eduardo Eugênio Gouvêa Vieira. Os formandos vêm de 27 municípios fluminenses e aprenderam a ler e a escrever nos últimos seis meses. Na avaliação da diretora de Educação do Sistema Firjan, Andréa Marinho, a solenidade desta manhã celebra uma conquista: "Faz parte do nosso processo pedagógico e tem o objetivo de celebrar a conquista destes alunos - jovens e adultos -, além de atrair mais pessoas para o processo da educação. Acreditamos que é sempre tempo de aprender e na verdade nós queremos que esse movimento sirva de estímulo para quem ainda não tem acesso à leitura e à escrita." Essa é a segunda grande formatura do "Sesi - Por um Brasil Alfabetizado", no Rio de Janeiro. Em maio, o Sistema Firjan formou outros 5.137 jovens e adultos. O objetivo do programa, que é o de formar 50 mil alunos até 2006, deverá ser atingido ainda em 2005. Neste ano, começa a alfabetização de mais 25 mil pessoas em vários municípios do Estado. Andréa Marinho lembra que o programa também está propiciando inserção dos novos alfabetizados no mercado de trabalho: "Na verdade, a alfabetização por si só não garante emprego a ninguém, mas nós acreditamos que a educação é a melhor forma de oferecer ao cidadão condições para que ele concorra a um posto de trabalho."Ela informa ainda que a Firjan já possuía um grande projeto de alfabetização, o Transformar, financiado com recursos próprios, entre 1999 e 2003. "Este projeto, no entanto, era exclusivo para a população entre 15 e 19 anos. Em 2003 nós assinamos um convênio com o Sesi Nacional e com o Ministério da Educação para financiar essa grande ação no Rio, tirando o limite de idade", explica. O custo por aluno é estimado em R$ 46,00 mensais. O Ministério da Educação financia quase a metade do programa. As informações são da Radiobrás.

Agencia Estado,

25 de setembro de 2004 | 11h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.