Lula não quer vagas ociosas nas federais

O futuro ministro da Educação, Cristovam Buarque, disse, ao deixar a Granja do Torto, nesta terça-feira, onde participou de reunião com o presidente eleito e ministros da área social, que Lula não quer vagas ociosas nas universidades federais. "O presidente me pediu para conversar com os reitores e buscar soluções para que todas as vagas sejam preenchidas", disse Buarque, que não soube informar o número de vagas ociosas atualmente nas instituições federais de ensino superior. O futuro secretário de Segurança Alimentar, José Graziano, que também participou da reunião, disse que durante o encontro foram detalhadas medidas do projeto Fome Zero e discutida a viagem que Lula fará com seus ministros pelo semi-árido nordestino, a partir do dia 10 de janeiro. Segundo Graziano, o cronograma da viagem deverá ser fechado no próximo dia 3, quando haverá uma reunião ministerial.Veja o índice de notícias sobre a transição nos outros Ministérios.

Agencia Estado,

31 de dezembro de 2002 | 16h40

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.