Divulgação
Divulgação

Livros exigidos pela Fuvest e Unicamp ganham adaptação teatral em São Paulo

'Til' e 'Capitães da Areia' ficam em cartaz no Teatro Bibi Ferreira até junho

Davi Lira, de O Estado de S. Paulo,

23 Abril 2013 | 14h43

Para muitos estudantes, as quase 300 páginas de Capitães da Areia, obra consagrada de Jorge Amado, podem significar um barreira e tanto para a leitura. Outros têm até dificuldade de entender o universo de Til, de José de Alencar, escrita em 1872. Agora, ambos os livros de leitura obrigatória para os vestibulares da USP e da Unicamp ganham um aliado: o teatro.

Com o propósito de propor uma maneira mais lúdica de entender estas obras, inclusive para os que já leram os livros, o grupo cênico da produtora Tchesco decidiu levar duas encenações ao Teatro Bibi Ferreira, localizado na Bela Vista, centro de São Paulo.

As peças, que ficam em cartaz até 26 de junho, têm duração de pouco mais de uma hora. A adaptação de Capitães da Areia é encenada sempre às terças-feiras e Til, às quartas, ambas às 20h.

"Vimos na literatura uma maneira possível de trabalhar com temas mais sérios e ainda assim contar com uma boa plateia. Estamos muito satisfeitos com a aceitação do público e a presença dos estudantes nos espetáculos", diz Carmem Sanches, idealizadora do projeto e produtora das peças.

Além dos candidatos que vão prestar vestibular neste ano, muitos alunos do 1.º e 2.º anos do ensino médio preferem antecipar o contato com as obras, que serão exigidas até o vestibular 2015.

Confira um trecho da peça Til, de José de Alencar:

Mais conteúdo sobre:
USPUnicampLiteratura

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.