Livro faz levantamento da primeira infância vista pelo noticiário

A Unesco e Fundação Orsa lançam o livro "Fontes para Educação Infantil", um levantamento sobre a cobertura jornalística do tema que destaca a educação da criança entre 0 e 6 anos. Segundo o representante da Unesco no Brasil, Jorge Werthein, "a educação infantil de qualidade durante a primeia infância pode atenuar alguns efeitos negativos da pobreza e da desigualdade, contribuindo para a promoção social e para o rompimento do ciclo intergeracional de pobreza".O diretor-editor da Agência de Notícias dos Direitos da Infância, Veet Vivarta, endossa o discurso de Werthein. Ele ressalta que para romper o ciclo de pobreza não basta apenas investir em programas como o Fome Zero.Concomitantemente à melhor nutrição, deve-se garantir à criança um ambiente propício para que se complete o desenvolvimento do cérebro. Vivarta cita estudos americanos que mostram que aqueles que receberam poucos estímulos na primeira infância tiveram maiores dificuldades de se inserir no mercado de trabalho.O livro discute temas como o papel das brincadeiras, a violência contra crianças e linhas pedagógicas. Apresenta ainda sugestões de pauta e fontes de notícias. Na lista constam 77 instituições que atuam na área de educação. "Uma das idéias deste guia é fomentar a educação no País", diz o presidente da Fundação Orsa, Sergio Amoroso.

Agencia Estado,

11 de fevereiro de 2003 | 16h52

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.