Livro didático com erros na grafia de Estados brasileiros é substituído

A editora responsável pela elaboração e publicação do livro disse ter desligado de seu quadro de colaboradores os encarregados pela revisão do material

Maria do Carmo Pagani, Especial para O Estado

14 Abril 2014 | 13h36

CAMPINAS - A página de um livro didático com erro na grafia de Estados brasileiros foi substituída nesta sexta-feira, 11. O livro foi distribuído a cerca de 4 mil alunos do 2º ano do ensino fundamental da rede municipal de Jundiaí, no interior paulista, com incorreções na grafia dos Estados do Acre, Minas Gerais e Espírito Santo, além da ausência de localização do Rio Grande do Norte, Paraíba, Alagoas, Sergipe e do Distrito Federal.

A página faz parte de um capítulo sobre povos indígenas no qual um mapa do Brasil mostraria a localização de algumas tribos em todos os estados. O Grupo Mathema, editora responsável pela elaboração e publicação do livro - e pela substituição da página com erro - afirma já ter desligado de seu quadro de colaboradores os encarregados pela revisão do material.

Segundo a editora, suas publicações contam com dois revisores para cada disciplina. O grupo observou, ainda, que os erros já haviam sido detectados e corrigidos - embora em Jundiaí eles tenham sido descobertos por um garoto de 7 anos - e que apenas os alunos de Jundiaí teriam recebido o mapa com falhas.

Em nota, a editora lamenta e pede desculpas pelo problema ocorrido e se compromete com o reforço de seu controle de qualidade. A Secretaria de Educação de Jundiaí confirma o recebimento da página correta, que foi colada por cima da que apresentava erros, "não causando problemas pedagógicos aos alunos". Por meio de nota, a secretaria afirmou que "haverá punição para a Editora Mathema" e que o setor jurídico da Prefeitura estuda as penalidades com base no que está previsto em contrato.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.