Reprodução
Reprodução

Livro com conteúdo adulto não chegou a crianças, diz governo

Em nota, Secretaria EStadual da Educação reconhece que seleção das obras foi um erro para a faixa etária

Fabiana Marchezi, da Central de Notícias,

19 Maio 2009 | 17h32

es mesmo de serem entregues aos alunos da 3ª série do ensino fundamental das escolas estaduais de São Paulo, os 1.216 exemplares do livro paradidático Dez na área, um na banheira e ninguém no gol estão sendo recolhidos, diz a Secretaria da Educação. A obra contém palavrões, frases de conteúdo sexual e de duplo sentido, inadequados à faixa etária a que se destinam.

 

linkSerra promete investigar livro inadequado

link Livro traz dois Paraguais e exclui Equador nas escolas de SP

 

Uma sindicância foi aberta para apurar as responsabilidades pelo processo de seleção dos livros, e tem prazo de 30 dias para ser concluída. Em nota, a secretaria reconhece que "a escolha do livro foi um erro, pois o material é inadequado para alunos desta idade".

 

Na nota, a secretaria garantiu que "assim que a falha foi constatada, foi determinado o recolhimento imediato dos exemplares, que já tinham chegado em algumas escolas, porém não foram entregues às crianças". O erro na escolha foi apontado pelos coordenadores pedagógicos do programa Ler e Escrever, assim que receberam os primeiros exemplares do livro na semana passada.

 

Ainda segundo a secretaria, outros 818 títulos foram comprados junto a 80 editoras para apoiar o programa, voltado a reforçar a alfabetização de crianças.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.