We Love Reading
We Love Reading

Literatura pode ajudar a promover empatia em crianças

Projeto de leitura de histórias para crianças foi capaz de aumentar a preocupação empática e a generosidade entre os ouvintes, aponta estudo

Fabiana Cambricoli, O Estado de S.Paulo

03 Abril 2017 | 03h00

SÃO PAULO - Um projeto de leitura de histórias para crianças foi capaz de aumentar a preocupação empática e a generosidade entre os ouvintes, de acordo com um estudo desenvolvido em parceria entre as Universidades de Chicago, nos Estados Unidos, e de Hashemite, na Jordânia.

O trabalho, iniciado em 2006 no país árabe, começou com um grupo de adultos voluntários que reunia as crianças de bairros da cidade de Amã para sessões de contação de histórias. Batizado de We Love Reading (Nós Amamos Ler, na tradução para o português), o projeto é realizado hoje em 30 países, até mesmo em acampamentos para refugiados. 

“Percebemos que quando crianças leem ou ouvem histórias sobre outras culturas, elas entendem a perspectiva do outro e compreendem porque eles fazem o que fazem. Então, mesmo quando não concordam, elas aprendem a respeitar”, diz Rana Dajani, fundadora do projeto e colaboradora do estudo.

Com a expansão, o We Love Reading tem editado livros próprios sobre temas como discriminação, meio ambiente e solidariedade. 

Mais conteúdo sobre:
Estados UnidosJordâniaAmã

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.