Licenciaturas oferecem oportunidades além da sala de aula

Pesquisa e indústria também reúnem vagas; remuneração depende muito de cada área

Estadão.edu

22 Abril 2014 | 10h05

Quem faz licenciatura não precisa necessariamente dar aulas. Há oportunidades nas áreas de pesquisa, na indústria e no mercado de serviços. A variação de salários em cada uma das licenciaturas – História e Matemática, por exemplo – depende do mercado em que o profissional atua e do número de formados concorrendo pela mesma vaga. Áreas com menos graduados e que exigem um maior nível de especialização, como Filosofia, remuneram mais.

É o que mostra o levantamento feito pelo site Catho e obtido com exclusividade pelo Estado. Os dados mostram que quem faz essa licenciatura trabalha mais com pesquisa e ganha, em média, mais do que as demais licenciaturas nas empresas particulares – são R$ 4.107,08 por mês, contra R$ 1.461,33 para os licenciados em Física, a última colocada.

Para Cláudio Oliveira, diretor acadêmico do Instituto Singularidades, apesar da má fama das licenciaturas, o índice de empregabilidade na área é alto e os salários para recém formados são atrativos.

Depoimento - Pedro Jubilut, professor do site Biologia Total

“Sempre quis ser professor. Na 7ª série, tive uma grande professora de Ciências. Foi na aula dela que me apaixonei pela Biologia e pela docência. Nas videoaulas, ao contrário, entrei por acaso. Fui demitido de um emprego e quase desisti da carreira, mas decidi colocar nas videoaulas tudo o que eu tinha em aula. Acabou fazendo sucesso e surgiu o site Biologia Total. Nunca imaginei que eu pudesse chegar a tanta gente com as minhas aulas. Hoje, por semana, cerca de 1 milhão de pessoas assistem aos vídeos.”

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.