Kassab veta meia-entrada para professores de São Paulo

Kassab é o terceiro prefeito que rejeita a proposta – Marta, em 2003, e Serra, em 2005, fizeram o mesmo

Diego Zanchetta, O Estado de S. Paulo

19 Outubro 2011 | 20h15

O prefeito Gilberto Kassab (PSD) vetou projeto aprovado pela Câmara que criava a meia-entrada para os 72 mil professores ativos e aposentados da rede municipal de ensino. Kassab é o terceiro prefeito que rejeita a proposta – Marta, em 2003, e Serra, em 2005, fizeram o mesmo.

 

A proposta estabelecia o desconto em espetáculos, cinemas, e exposições. Os professores estaduais já contam com o benefício desde 2001, quando a Assembleia derrubou veto do governador Geraldo Alckmin (PSDB).

 

No veto, Kassab afirma que o custo adicional da meia-entrada acabará sendo repassado ao preço final dos ingressos.

 

Presidente do Sindicato Municipal dos Professores, o vereador Cláudio Fonseca (PPS) diz que vai articular uma reação no Legislativo. “Agora temos de derrubar o veto.”

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.